Festas Nossa Senhora das Dores

festas

Sendo um marco muito importante no concelho da Trofa, as festas em Honra de Nossa Senhora das Dores, centram-se na Capela de Nossa Senhora das Dores que tem uma história rica com quase 250 anos (1766), altura em que foi construída pelo Abade Inácio de Morais Sarmento Pimentel, devido à sua devoção a Nossa Senhora das Dores. Passado um século da sua construção, a Capela tornou-se pequena, para tão elevado número de visitantes, sendo construída em 1879, a encargo do benemérito tirsense Conde de São Bento, a atual Capela de Nossa Senhora das Dores.

capela2

Data do ano de 1766, a primeira petição entregue pelos moradores de S.Martinho de Bougado na Secretaria Episcopal do Porto, solicitando “ licença para erigir uma capela no lugar então chamado de Monte da Carriça, em devoção de Nossa Senhora das Dores. E quando, dada a obra por concluída, aí por 1767 ou 1768, se procedia à sua festiva inauguração “ inaugurava-se também, simultaneamente, aquela que deveria ser, no decorrer dos anos, uma das mais concorridas e pitorescas romarias do Norte”. Já lá vão mais de 245 anos…

Conforme “preceito”, as dez aldeias da freguesia de S.Martinho de Bougado, são chamadas, ano a ano, para levar a efeito os “festejos”que decorrem sempre no mês de Agosto, “rivalizando” saudavelmente entre si. As gentes do lugar confiam as festas a uma comissão eleita que, arrostando com tarefas árduas, se propõem trazer novidades ao longo dos dias de romaria. Todos os da aldeia, sem exceção, se envolvem nos cortejos, na “ feitura” dos andores que, integrados na procissão habitual, primam pela sua altura, sendo únicos no País.

capela2

O ponto alto desta romaria religiosa é a grande procissão de Nossa Senhora das Dores que tem como principal atração os dez andores que desfilam pela cidade. Cada andor pode pesar cerca de quatrocentos quilogramas e chegar a ter uma altura de 15 metros, dividindo-se em base, oratório e coroa. Só o andor de Nossa Senhora das Dores, que pesa cerca de 650 quilogramas, exige o esforço de três homens a trabalhar durante uma semana, cerca de 12 horas por dia.

A imponência dos andores que desfilam na procissão de Nossa Senhora das Dores é inegável e a cada ano que passa continuam a atrair milhares de curiosos. Todos os andores armados durante dias a fio percorrem o centro da cidade, partindo da Igreja Matriz de S. Martinho de Bougado e depois de passarem pela romaria e pela Capela da Nossa Senhora das Dores regressam à Igreja.

A Comissão das Festas em Honra a Nossa Senhora das Dores e a Câmara Municipal da Trofa, mantêm assim viva a tradição, trazendo em 2012 ao concelho, as grandiosas festas de Nossa Senhora das Dores.


Links

http://ipt.olhares.com/data/big/503/5033162.jpg http://www.onoticiasdatrofa.pt/nt/images/stories/ano2011/edicao334/iluminacao-final.jpg http://www.onoticiasdatrofa.pt/nt/images/stories/ano2011/procissao-senhora-dores-247.jpg
Untitled Document
Próximo Evento

cartaz

Segue-nos!

facebook youtube

Gosta disto! gosta disto



Patrocínios

Apoios

Media Parteners

amcp

onoticiasdatrofa

© 2012 Comissão de Festas Nossa Senhora das Dores
Design by: AMCProviders